Blog da DPU-RJ


Defensorias Públicas são lembradas no discurso do novo presidente do STF

Em seu discurso de posse no cargo de presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ocorrida nesta quinta-feira (19/04), o ministro Ayres Britto afirmou que o Poder Judiciário deve julgar com a observância de alguns “requisitos mínimos”. Na descrição de um deles, Ayres Britto disse que um dos papéis do magistrado contemporâneo é “distinguir entre normas que fazem o Direito evoluir apenas por modo tópico ou pontual, à base de modestos critérios de conveniência e oportunidade, e normas decididamente ambiciosas quanto à matéria por elas conformadas, pois, agora sim, ditadas por critérios de imperiosa necessidade”. Segundo ele, estas últimas “fazem do Direito um mecanismo de controle social e ao mesmo tempo um signo de civilização avançada” e “vão além da simples introdução de novos comportamentos sociais para mudar mentalidades e assim transformar as pessoas”.

Como exemplo de tais normas, o ministro citou, entre outras, àquelas que, “na Constituição mesma, consagram políticas públicas de enfrentamento dos fatores de desigualdades sociais, aqui embutidas as que democratizam o acesso das pessoas economicamente débeis à Justiça e que prestigiam o aparelhamento das Defensorias Públicas”.

Leia o discurso de posse do ministro Ayres Britto na íntegra:

http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=205463



Escrito por Gloria Melgarejo(Ascom/DPU-RJ) às 03h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


    Categorias
    Todas as mensagens Link



    Votação
    Dê uma nota para
    meu blog



    Outros sites
     TweetRank DPU-RJ
     DPU-RJ no Facebook
     DPU - Site oficial
     DPU-PE
     Ariosvaldo Costa Homem
     Supremo Tribunal Federal
     Trib.Reg.Federal-2ª Região
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis